Sínodo da Palavra – 15/10/08

A Arte de Escutar

“É muito difícil falar bem, é muito difícil construir bem, mas também é muito difícil escutar correctamente porque existem muitos obstáculos.” São algumas ideias do livro “A Arte de Escutar” do autor Franςesc Torralba i Roselló, filósofo e teólogo nascido em Barcelona e actualmente docente na Universidade Ramon Lull.
“Existe uma arte que analisa a fundo as estratégias e as ferramentas que permitem com que uma pessoa tenha qualidade no falar, a oratória, mas não prestamos muita atenção ao facto de que a escuta também é uma arte e requer aprendizagem.”

Um manual que serve de guia para conhecer o que é ouvir, o que é escutar e a diferença entre uma coisa e outra:
“É uma distinção interessante porque a escuta é um acto intencional. É um acto intencional que requer esforço. Ouvir não é intencional.”
“A escuta é um acto intencional que requer uma purificação das vozes que existem na mente; isto não é fácil, mas sem isto não há comunicação humana. Se todos falam e ninguém escuta não há comunicação. Se todos escutam mas ninguém fala também não há comunicação. A comunicação requer esta alternância entre o acto da fala e o acto da escuta.”

“A Arte de Escutar” já vendeu mais de 20 mil cópias; encontra-se traduzido em espanhol, alemão, francês e italiano, sendo a versão original em catalão.

Fonte: Zenit.org

%d bloggers like this: